0 comments on “Modelo Denver de Intervenção Precoce (Early Start Denver Model® / ESDM®, na sigla em inglês)”

Modelo Denver de Intervenção Precoce (Early Start Denver Model® / ESDM®, na sigla em inglês)

É um método desenvolvido por Sally Rogers e estudiosos que atualmente fazem parte da equipe do Centro de Excelência em Autismo, no Uc Davis MIND Institute, na Califórnia (Estados Unidos). Focado em jogos e brincadeiras e na interação entre paciente e terapeuta mediada por eles a fim de promover a interação social, o Modelo Denver é um dos métodos de tratamento do autismo com eficiência comprovada cientificamente, tal como o Teacch®. Em 2012, foi eleito pela revista norte-americana Time como um dos 10 maiores avanços da medicina.

A estratégia central de trabalho do modelo é a construção de uma relação afetiva com a criança pequena com uso de jogos e brincadeiras. Quem trabalha com o Modelo Denver defende que interações sociais positivas são capazes de aumentar a motivação da criança com autismo na busca de novos contatos sociais e ampliar a capacidade dela de aprender.

Geralmente, desde o primeiro ano de vida da criança já é possível aplicar o modelo. A precocidade é valorizada no Modelo Denver, pois seus estudiosos defendem que quanto mais cedo comecem as intervenções, mais fácil será minimizar os sintomas do autismo e os comportamentos disruptivos – consequentemente, com melhores resultados alcançados no desenvolvimento, com maior proximidade ao de uma criança sem autismo – chamada de neurotípica.

Saiba mas aqui