Metade das clínicas para autismo tem menos de 30 dias de vida com o Covid-19?

Uma análise [1] do JPMorgan Chase Institute com 597.000 pequenas empresas americanas de fevereiro a outubro de 2015 constatou que metade delas possuía caixa suficiente para suportar 27 dias sem recebimentos. Ou seja, potencialmente estão a menos de um mês de enfrentarem risco de insolvência.

Quase a totalidade das clínicas especializadas em crianças com autismo e outros transtornos do desenvolvimento no Brasil provavelmente estão nesta mesma situação por conta do Covid-19. De portas fechadas, com atendimento presencial interrompido e prejudicando o tratamento de seus pacientes.

Por conta disso, liberamos para elas e também Psicólogos, Fonoaudiólogos, Terapeutas Ocupacionais e Psicopedagogos [2], seguradoras e planos de saúde todas as versões da plataforma ODAPP® GRATUITAMENTE por prazo indeterminado. Ela permite o treinamento de pais e supervisão a distância das terapias em domicílio com autonomia para criação de manuais, folhas de registro online e gráficos de desempenho com controle de data e hora se sua realização. Conheça todas as versões neste link https://lnkd.in/d263RAw

[1] Cash is King: Flows, Balances, and Buffer Days. Evidence from 600,000 Small Businesses. Diana Farrell and Chris Wheat. JPMorgan Chase Institute, 2015.

[2] Pequenas clínicas, Psicólogos, Fonoaudiólogos, Terapeutas Ocupacionais e Psicopedagogos autônomos – os mais afetados – podem baixar gratuitamente o aplicativo no link https://lnkd.in/d263RAw

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: